A cicatriz é um processo natural de recuperação de ferimentos e do ponto de vista biológico não existe a necessidade de ser bonita, sendo que esse detalhe faz diferença apenas no ponto de vista estético.

Os cuidados durante o pós-operatório (repouso, evitar atividade física, e exposição ao sol) influem de forma expressiva no processo de cicatrização.

A cicatrização da pele varia de pessoa para pessoa e as alterações principais são:
• Cicatrizes ideais: pouco perceptíveis, finas e claras. São mais comuns nas peles claras, finas e em pessoas mais idosas.
• Cicatriz alargada: largas e brancas em geral aparecem após a cicatriz hipertrófica.
• Cicatriz hipertrófica: elevada, fibrosa, avermelhada, palpável na pele.
• Queloide: parecida com a cicatriz hipertrófica, em maiores proporções. Invade o tecido sadio, dói e coça. Sua incidência é maior em pessoas de pele negra e orientais.

O processo de cicatrização é longo e se divide em três etapas que vão do pós-operatório imediato aos 18 meses após a cirurgia.

Compartilhe com um amigo(a)










Enviar