O tratamento de feridas é, provavelmente, a área mais antiga da medicina e, apesar de estar em constante evolução, ainda representa um grande desafio para os profissionais envolvidos com cuidados ao paciente.

O papel do cirurgião plástico é levar o paciente ao mais próximo possível da normalidade. E não só a pele é alvo do tratamento, mas também a gordura localizada sob a pele (tecido celular subcutâneo) e músculos onde as feridas normalmente aparecem. A interação com outras especialidades é fundamental no contexto do tratamento de feridas.

Compartilhe com um amigo(a)










Enviar